Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paixao de Fogo



Meu corpo,

É chama frenética,

Clamando pelo teu, incessante,

Carente!Possante!



Meu corpo-lume,

Crepita a um toque teu,

E em cada carícia, o elevas ao cume

Da montanha do prazer,

Toco o céu!



E no afago delicioso,

No roçar amoroso,

Das tuas coxas entre as minhas,

Transformo-me em labareda,

Mariposa, beija-flor!



Amarro-te qual liana,

No medo de te perder,

E qual serpente encantada,

Circundo-te, afogueada,

Querendo-te assim, reter.



E foi nos lençóis da nossa cama,

pincelados como a tela,

De um inventado pintor…

Que se criou a "sublime aguarela",

Feita de fluidos e gemidos ,

Abraços e beijos vertidos,

A qual lhe chamámos, AMOR!

Aguarela Matizada
Enviado por Aguarela Matizada em 14/08/2006
Reeditado em 13/05/2010
Código do texto: T216069

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aguarela Matizada
Brisbane - Queensland - Austrália, 57 anos
266 textos (10830 leituras)
8 áudios (206 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:29)
Aguarela Matizada