Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Despertar

De vez em quando,
O silêncio é o expoente dos meus pensamentos...
È solo árido e ardil,
Como o deserto que desdenha a vida, e que a vida receia.
Sei, que neste caminho sinto o calor das emoções
E a solidão dos sentimentos
Mas não sei, a extensão do tempo dos acontecimentos...
O pouco que aprendi, vi,
Que a vida necessita de miragens...
Mesmo sendo ilusões de ótica
Ou seja, desejos, esperanças e querer
Ainda assim, vimos a imagem irreal
E então explode os sentimentos!
Caminhando pelo deserto do meu tempo,
Vislumbro uma miragem :
Meus olhos vêem a vida como uma rosa entreaberta...
Que espera o despertar e enfim encontrar a razão de ser...
Entendi que olhos são a porta da alma:
O grande sol de uma vida
As emoções são nuvens passageiras,
A solidão: chuva certeira
E os sentimentos: o céu... o mar misterioso.
Para amar é preciso: estar sozinho...
    É preciso o silêncio do coração ...
É preciso a solidão da alma ...
É preciso de um deserto de esperanças ...
É preciso de um céu de sentimentos ...
É preciso de ser uma rosa : DESPERTAR...
Gita Habiba
Enviado por Gita Habiba em 14/08/2006
Código do texto: T216366

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gita Habiba). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gita Habiba
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 39 anos
305 textos (101439 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:14)
Gita Habiba