Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANJO




Quando você passa o sol faz festa
Seus braços luminosos abraços empresta
A quem reconhece que o amor começa
Quando você vem com esse teu jeito de neném
Sem pudor e sem pecado e sem juízo também...

Depois que passa o vento te abraça
Imenso como tufão de carinho
Te envolve e te faz um ninho
Para que pouses como anjo que és...

Só me recordo de estar à bordo
De um transatlântico de paixão
Navegando tuas íris delicadas
Povoadas de uma mágica canção
Escrita por um bardo com espada
Em um reluzente alazão...

Quantas bobagens e loucuras
Murmura em desvario o juízo
Ao perceber que das alturas
Vem o anjo com um precipício

E o estende para que o cantor amoroso
Salte sem pensar em qualquer dano
Enquanto seu coração triunfante
Com a amada apenas faz planos...

Anjo, anjo, doce anjo
Que me agita e me acalma;
Com um som de banjo
Pra longe leva minh'alma.



Preto Moreno
 
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 14/08/2006
Código do texto: T216507

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6768 textos (102472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:05)