Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

F Á


O alvorecer dissipa as sombras da noite
   
   O acordar da manhã faz vibrar a natureza
   
     No pensamento, do látego, o açoite
 
        A primeira imagem é tua , com certeza


Adormeço com tal pensamento

   Acordo com o mesmo sofrimento

      Felicidade se traduz em tormento

         A alegria seria teu envolvimento


Nem imaginas como te quero

   Não sabes da minha exasperação

      Sofrer porque te venero

         Não poder te dizer é aflição


Te quero tanto que a divido

   Sei de teu compromisso

      Não tenho ciúmes, tens marido

         Me submeto, não sou omisso.



Pensamento cada vez mais aflito

   Ilusão galopa como potro bravio

      Quero te dizer, gritar ao infinito

         Morre na garganta, um grito vasio.







GDaun
Enviado por GDaun em 16/08/2006
Código do texto: T217569

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GDaun
Lupércio - São Paulo - Brasil, 72 anos
653 textos (43015 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:07)
GDaun