Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje o que nos Resta é Saudades

Hoje o que nos resta é a saudade,
e a lembrança de um amor que era sublime,
éramos "nós", dois apaixonados,
agora só é "eu e você", feridos e machucados.

Hoje o que nos resta são as fotografias,
que algumas vezes relembram nossas carícias,
hoje eu posso dizer do amor que tive
que foi tão belo, que ainda hoje fere e fernece.

Hoje já não posso mais dizer "eu te amo",
porque tua boca me disse: "eu não te quero",
e assim chegou o fim, o nosso amor,
que foi alegria e também foi dor.

Hoje eu também sei que você já não me ama,
e sabemos que a "volta" já não é tão certa,
porém o que nos resta é esquecer,
juntar os cacos desse amor, e tentar viver.

Hoje sabemos que os  anos se passaram,
e o que os momentos se eternizaram,
foi muito bom te conhecer,
porém hoje, você já não é o meu viver.

Hoje aprendi que o meu olhar,
já não busca te encontrar,
e que os meus poemas já não tem início, nem fim
tudo é tão triste assim.

Hoje eu vou tentar ser feliz,
eu sempre tive tudo que sempre quis,
porém, se você não me quer
o que me resta é tentar viver.

E agora termino esse poema,
e eu sei que ao chegar ao final, você vai ter que concordar
que meus desejos são tuas vontades,
e que teus beijos, só encontram os meus lábios.
Tonny César
Enviado por Tonny César em 16/08/2006
Código do texto: T217897
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tonny César
Dom Expedito Lopes - Piauí - Brasil, 28 anos
40 textos (1913 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:52)
Tonny César