Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0781 - Carência




Carência, é noite,
não apenas um escuro na parede,
é a tristeza na pele que enruga,
nos lábios que secam ao beijo desejado.


Carência, é falta de alegria,
saudade da alma livre
ou apenas uma despedida,
de um amor em uma tarde qualquer.


Carência, uma estrada com um fim,
mãos tateando a procura d'outras,
uma busca quase desesperada,
um desencontro de luzes no céu.


Carência, vida parada no meio da estrada,
buraco que escapa os sentimentos bons,
um silêncio que sopra na hora do sono,
o vazio que faz vácuo na alma.


Carência, é amar sem amar,
morrer sem morrer,
apaixonar sem paixão,
não viver sua própria vida.


16/08/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 16/08/2006
Código do texto: T217940
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116253 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:21)
Caio Lucas