Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EXASPERO


Vejo a luz de teu olhar
 
Cabelo solto, molhado

  No gingar da anca, andar

   Deslisa no chão, cadenciado.

    Imagino as linhas, mente turva

     Contornos mil, tatear

      Da reta , a curva

       Só resta mentalisar.

        Franca e decidida

         Mergulha em mim

        Fico sem saída

       Imagino qual o fim.

      Isso por vezes aconteceu

     Mas nehuma foi assim

   Agigantou e cresceu

  Exasperou, enfim.

 Sonho  e imaginação

Sou pego na armadilha

  Outra vez , ilusão

    Alucinação é matilha.

      Mais uma vez

       Não tem jeito

        Sou suspeito,

         Sou freguez.

          Maldita embriaguez.





GDaun
Enviado por GDaun em 17/08/2006
Código do texto: T218387

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GDaun
Lupércio - São Paulo - Brasil, 72 anos
653 textos (42991 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:00)
GDaun