Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA GENERAL



A primeira vez que vi tua foto
Quase chorei
Teus olhos lindos amendoados
Olhando para mim
Senti que a vida pode recomeçar a qualquer instante
As estações são partos
Os sonhos são renascimentos
As janelas são para se abrirem
E você ali no retrato
E eu parado no escritório
O telefone tocando
Alguém me lembra disso
Atendo
Sou eu que dá as ordens
Vão
Vão
Centenas de soldados vão
Vão para onde eu não vou
Não voltarão
Soldados são para não voltar
Teus olhos lindos
Teu quase sorriso
Metade quer
Metade não quer
Vão
Vão
A tarde é cinzenta
Me sinto tão estúpido
Minhas medalhas brilham
A bandeira tremula
O hino toca
Teu rosto tão perto de mim
A vida tão perto de mim
Vão
Vão
Que eu não vou.




Preto Moreno
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 19/08/2006
Código do texto: T220221

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6774 textos (102505 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 15:02)