Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

P’ro seu colo.





Se os meus frutos, poesias...
Fossem levados...
Através daquele rio...
Desembocariam no grande mar...
Costurariam retalhos...
Regariam flores...
Matariam saudades...
Nos caminhos do coração...
Calcificariam as placas tectônicas,
Não pensariam em guerras,
Não haveria segredos
Que justificassem conceitos.
Dos sonhos para a realidade;
O néctar dos deuses,
O pólen caminha no seu caminhar...
Cingir o corte da amargura,
A árvore plena que em ti debruçou...
As barranceiras...
As cascatas...
Águas que não tem direções
Formam igarapés,
Águas que correm imensidões
De caminhos certos,
Deságuam no mar
Dentro do seu coração,
Mas, Eu sou Você,
E vice-versa.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 20/08/2006
Código do texto: T221033
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26305 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:34)
Condor Azul