Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0783 - Sou amor




Sou os olhos da noite que te ama,
as mãos,
os braços,
as palavras,
os desejos que fogem ao controle.


Sou a ausência do frio,
o grito que desperta,
a saudade que foge,
a história que inventa,
o colo que aconchega.


Sou o homem que te rouba,
a água que lava teus seios,
a janela que debruça o sol,
os lábios que tinge de vermelho,
a manta que cobre o passado.


Sou o impossível,
o afeto que brinca de criança,
o culto dos teus deuses,
as palavras que somam,
o silêncio que declama amor.


Sou a vertigem do teu tesão,
o navegador do teu corpo,
o atalho do amor desejado,
a paixão que toma...
A promessa de ficar.


17/08/2006

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 21/08/2006
Código do texto: T221591
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116252 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:11)
Caio Lucas