Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A chama da paixão

(Débora Acácio 16/08/2006)

 
Impossível descrever todas
as nuances, fases, luas e variantes do amor.
Mas com dor ou desamor
a paixão tem seu encanto...
sua magia...
sua sempre terna e eterna função...
Acordar o amor que dorme latente
dentro do meu,
do seu,
do nosso coração....


A paixão
Desce arrasando ...
Queimando, destruindo  barreiras.
Diminuindo  distâncias..
Dando uma cor nova e bela
aos dias antes incolor..
Dando um sabor novo,
pitoresco e único aos beijos
antes estáticos, sem sentido
volúveis e sem gosto.
Dando uma nova luz
às almas antes perdidas,
sem direção,
desiludidas..

Mas cuidado temos que ter.
A paixão quando não comedida
torna-se tormento sem fim...
em seu desequilibrio
os dias desabrocham em dores
e lágrimas sem cores..
As noites antes quentes e envolventes
perdem-se nas geleiras
temporárias e inexatas
da desilusão...

Mas nada disso importa
quando vivemos ao máximo uma paixão
quando nos entregamos de corpo,
alma e coração...
Quando nos deixamos queimar,
suar em suas laberadas quentes e envolventes
O importante
é vivê-la cada segundo, cada minuto
como se o outro minuto  não viesse acontecer

E assim as paixões
queimam os corpos,as almas
e os corações..
marcando a alma
com um gostinho único de
quero mais...
o segredo é ....
apaixonar-se...
entregar-se
e deixar a vida acontecer.
É viver cada dia como se ultimo fosse
Porque assim um dia vai ser
e com certeza não vai doer...
Débora Acácio
Enviado por Débora Acácio em 21/08/2006
Código do texto: T221790
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Acácio
Salvador - Bahia - Brasil, 44 anos
557 textos (18498 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:09)
Débora Acácio