Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como eu queria

( Débora Acácio 16/05/03 as 17:31)

Como eu queria que seu medo ou sua falta de vontade fizessem casamento com minha ousadia e coragem.

Como eu queria sentir suas mãos correndo cada centimetro de meu corpo nu, me levando a uma explosão e expulsão das fantasias pelo teu descaso e silêncio reprimidas.

Como eu queria me transformar num vulcão e na erupção derreter as gelerias que o medo deixa fincar em seu belo coração

Como eu queria me despir não só o corpo mas a fantasia
e numa liberdade sem fim e nada púdica  fazer você esquecer
o mundo e acordar para o amor!
Como eu queria ser o amor para numa sincera, honesta
e louca vontade te despir lentamente e fazer de cada segundo deste sonho desvairado uma eternidade latente

Como eu queria ser o pingo d'agua que desliza pelo teu corpo no chuveiro e lentamente descobrir entre um arrepio e outro cada cantinho que te cause prazer

Ah! como eu queria poder me tranformar em brisa,
em energia e fazer com que seu medo tome outro rumo
ou converta-se em um dragão misto selvagem X calmaria
Porque assim desejaria ser o próprio tempo
para parar o espaço e num tempo mudo e inexato
fazer com que o entrelaçar de nossos corpos
eclodam e desta erupção fazer surgir uma nova constelação

Ah como eu queria , queria ter mais coragem
e audácia para sem medo e receio a você ainda mais me
denunciar e sem nenhuma cautela
arriscar em afirmar que estou aqui para você me amar.....

E por fim como eu queria ter mais coragem e ousadia
para em outro corpo me saciar e te encontrar!
Débora Acácio
Enviado por Débora Acácio em 21/08/2006
Código do texto: T221802
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Acácio
Salvador - Bahia - Brasil, 44 anos
557 textos (18497 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:00)
Débora Acácio