Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0790 - Amo você




Amo você, não sei como dizer de um modo fácil,
gosto do seu sorriso, da boca, do beijo,
tudo tem o tamanho de um mundo maior que este,
deixa-me falar de amor, bem junto, bem junto.


Amo você, como quem jamais gostou de outro amor,
tudo tem largura, medidas inteiras,
o prazer tem um certo querer ficar noite adentro,
e, nunca mais amanhecer...


Amo você, como se fosse minha própria alma,
como se meu destino levasse sempre pro mesmo céu,
que de pé, de braços erguidos poderia alcançá-lo,
assim como meu e seu corpo nos lados opostos na cama.


Amo você, quando muda o dia pela noite,
misturam-se o certo e o errado quando a saudade vem,
não sei, nem tenho como me controlar, então,
preciso do beijo, de todos, até que a alegria volte.


Amo você, minha paz depende deste querer,
nada é tão simples como a chuva que cai,
ou o vento que atravessa lado a lado da saudade
levando meu recado: Amo você.


22/08/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 22/08/2006
Código do texto: T222549
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116249 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:52)
Caio Lucas