Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sempre sou eu quem pede arrego

Eu tenho um bem
Em terra firme
Ela me aflora
Solo fértil
Faz-me versar
Todo prosa
Faz de cada poro
Vulcão aceso
Ela sabe
Como me deixar teso
No seu laço
Abraço
Enrolo-me todo
Tolo
Entrego-me
Quando me falta
Descompasso
Fico na roda
Danço
Dentro da sua vida
Às vezes pareço
Adereço
Livro na estante
Imã de geladeira
Torneira aberta
Desapareço
Vou pro ralo
Rio e mar
Evaporo
Mas volto
Chuva lhe caio
Não tem jeito
É vício
Eu sempre peço
Colo
Solo
Sossego
Não sei por que
Sempre sou eu quem pede arrego
Raul Los Dias
Enviado por Raul Los Dias em 22/08/2006
Reeditado em 22/08/2006
Código do texto: T222674

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raul Los Dias
Argentina
512 textos (75929 leituras)
1 e-livros (178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:58)
Raul Los Dias