Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Seus olhos em mim...

Sinto que me observas
Mesmo que  distante
Paixão platônica? Não sei...Saudades? Talvez
Que pena não é verbo
Se fosse, não sei se você conjugarias
A cada dia lembro te ti
Não preciso de emails, olhares furtivos em fotos
Sua lembrança ainda arde em minha mente
Como fogo que consome meu ser
Se pudesse voltar no tempo
Teria lutado mais
E evitado te amar
Então você seria iguais aos outros
Que não passou de uma saudade gostosa
De um momento de loucura
Só sei de uma coisa...
Te olho como me olhas
Te vejo como me vês
Apenas nos diferenciamos
Por uma única coisa...
Ao te ver com outras
Percebo que no teus olhos, no seu rosto
O encanto acabou, seu olhar pesado e frio
Pensamento distante no destino que  nos  pregou esta peça
Quem sabe um dia, diblaremos o destino
Retomamos onde paramos
Deixará de me observar
E para sempre me amar, pois meu amor...
A Paixão é efêmera
O Amor é eterno
Abra seu coração ao grande amor que tenho para te dar


 

Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil. Para ver uma cópia desta licença, visite http://creativecommons.org/licenses/by-nd/2.5/br/ ou envie uma carta para Creative Commons, 559 Nathan Abbott Way, Stanford, California 94305, USA.
Malu Freitas
Enviado por Malu Freitas em 24/08/2006
Reeditado em 30/08/2006
Código do texto: T224123

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Malu Freitas). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Malu Freitas
Salvador - Bahia - Brasil
57 textos (7082 leituras)
1 áudios (60 audições)
1 e-livros (68 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:45)
Malu Freitas