Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR EM DIAS NEUTROS


Penso em quem ama com vontade de viajar /
Olhos semicerrados / busca ver o mar /
Supõe-se pirata com papagaio /
Economiza milho em balaio /
A vontade é tanta /
Às vezes nem janta /
Escreve cartas em papéis imensos /
Acena aos barcos com seus lenços /
E / ali /
Preso à sua própria condição /
De triste canta uma canção /
Voa com leves aves livres /
Com elas é que se vive /
Estica o braço e gira a pua /
De longe vem o barulho da rua /
Coça os dedos / um formigamento /
Talvez seja falta de vento /
Amor é assim mesmo de quando em vez /
Solidão se assenta feito freguês /
Monotonia ocupa-se em riscar /
Um longo épico na mesa do bar /
Os dias já se vão longos /
Mal balbucia ditongos /
Quiçá o carteiro passe por aqui /
Ou voe eu com um belo colibri /
Senão os tempos serão findados /
Como fosse hoje dia de Finados.


Preto Moreno



















Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 24/08/2006
Reeditado em 24/08/2006
Código do texto: T224479

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6768 textos (102472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:31)