Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TARDES DE PRIMAVERA...

Um leve perfume no ar
E então te vejo passar
E as silhuetas se confundem
Por tua presença entre as flores
E a tua fragrância no ar

Com o teu encanto
Quase perene é a brisa
Que revela tantas cores
Tantos desejos e amores

Desde o amanhã ao entardecer
Um simples gesto, carícia
Talvez inocência ou malícia
E roubei aquele beijo
Sem conseqüência medir
Não quero ir

Tive a resposta no olhar
Teu gesto meigo a denunciar
E foi assim que a minha espera
Fez-me a tua companhia
Nas Tardes de Primavera
O Guardião
Enviado por O Guardião em 25/08/2006
Código do texto: T224869
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
364 textos (34436 leituras)
13 áudios (2409 audições)
2 e-livros (1988 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:06)
O Guardião

Site do Escritor