Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vítimas do Amor

Ainda me vejo naquela praça
ao lado dela cheio de graça
suplicando um beijo juvenil
sendo embalado em seus seios
e apesar de todos os receios
sentindo-me um ser varonil

Seu corpo todo enfervecente
tirando-me do sério de repente
dando-me ordens para lhe amar
seu hálito quente abrasador
sussurando palavras de amor
fazendo todo meu corpo gelar

Envolvidos por este sentimento
tinhamos certeza que o firmamento
esses nossos desejos iria aprovar,
mas hoje ao olhar aquele banco
do fundo da minha alma arranco
as últimas lágrima para chorar

tudo agora parece tão distante
só me lembro do seu semblante
no ônibus a mim dizer adeus
agora só me ficou a lembrança
e uma bem distante esperança
de voltar aos braços seus.
 

Fernando Rocha
Enviado por Fernando Rocha em 26/08/2006
Reeditado em 29/08/2006
Código do texto: T225881
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Rocha
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 47 anos
43 textos (25632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:06)