Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No meio da noite:


A chuva e o vento lá fora
deixam a noite triste e inquieta
sem o que fazer estou aqui preso
na solidão deste triste apartamento
onde inquieto caminho pelo quarto
apenas o som de meus passos
fazendo ecos no meio da noite
quebravam aquele triste silencio
quando a campainha da porta tocou
eu corri para o telefone e o atendi
o telefone mudo me fez entender
que alguém chegava a minha porta
e insistia em tocar a campainha
atendi pronto para dizer um palavrão
mas ficou apenas só na vontade
pois quem estava ali na minha frente
não era apenas só uma mulher
era tudo o que um homem solitário
como eu poderia querer em sua vida
quase desmaiei quando ouvi sua voz
me perguntando se podia entrar
desconcertado e sem saber o que dizer
abri a porta e ela entrou, bem eu tremi
ao pensar que não seria tão ruim assim
se ela ficasse esta noite em minha cama
só pensei, nada disse, mas ela entendeu.
o que meu olhar cheio de desejo
deixava perceber percorrendo seu corpo
timidamente pediu o telefone emprestado
me dizendo que morava em frente
e precisava fazer uma ligação
quando acabou a ligação levei-a até porta
mas não chegamos lá, ela tropeçou em algo.
resumo terminamos abraçados ali no chão.


vovonei

Balneário dos Prazeres; 2003


 










Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 26/08/2006
Reeditado em 26/08/2006
Código do texto: T226004
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:11)
Volnei Rijo Braga