Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANÇÃO.

Olha a moça, seresteiro.
Na janela apareceu
Cante modas,
Cante trovas,
Já que a lua se escondeu.

Escondida atrás da nuvem
Lua fez-se indelicada
Demonstrando ter ciúme
Da canção apaixonada,
E logo desponta inteira
Parecendo brincadeira.

Tanja as cordas, seresteiro
Pois a moça apareceu,
Cante modas, cante trovas
A esse amor que é todo seu.

Cante logo, pois a noite
Atrás dos montes vai morrendo
Moça bela vai sonhando,
De que é dia se esquecendo,
E a serenata em tons saudosos
Madrugada vai saudando
E o seresteiro e sua amada
Ao viver voltam sonhando.

(D`Eu)
Sidnei Levy
Enviado por Sidnei Levy em 06/06/2005
Código do texto: T22619
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sidnei Levy
Campinas - São Paulo - Brasil, 71 anos
298 textos (20820 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:38)
Sidnei Levy