Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sede

Sacia a sede insana
de morder a luz que te envolve,
de sorver luar em plenilúnio duplo
no teu colo casto,
e em afã devasso te tomar nas mãos...

Excita a sede impura
com o sal da língua
e seda esta sede antiga
com o mel da flor.
Cede tua sede toda
que eu te bebo a beijos
e sorvo a primavera exposta
no teu ventre em festa.

Sacia toda sede aflita
que se dá repleta
na sede de romper a seda
que reveste o gozo
e deixa que me farte louco
nesses lábios doces
e sinta deslizar teu gosto
pelo céu da boca.

Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 30/08/2006
Reeditado em 10/09/2006
Código do texto: T229033

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83357 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:01)
Vaine Darde