Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O calor de um corpo

A noite silenciosa
e sem a presença da lua
a tornava solitária e triste
da minha janela eu via a rua
que aos poucos, ficavam vazias.
olhei para o céu em busca de estrelas
encontrei apenas um grande vazio
nada havia lá, alem de negras nuvens.
pronuncia de mais uma noite, de intenso frio.
a brisa havia se escondido em algum lugar
e, talvez como eu também observasse noite.
eu só não sei se ela terá a seu lado
uma companheira para lhe aquecer
nestas noites frias de inverno
com estes pensamentos, deixei a janela.
para refugiar-me em minha cama
onde já repousava, minha companheira.
meus pensamentos deixaram de existir
quando busquei seu corpo e o abracei
despertando-a, como uma gata dengosa.
que ronronou e cobriu-me com seu corpo
suas mãos já voavam sobre minha pele
seus lábios buscavam os meus com desejo
seus beijos me fizeram delirar de prazer
eu já não queria mais saber se lá fora
existia lua, estrelas, ou se a noite era fria.
ali eu tinha o calor de um corpo e os beijos
de uma mulher, para aquecer minha cama.

vovonei

Balneário dos Prazeres: 31/08/06





Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 01/09/2006
Código do texto: T229918
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147466 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:47)
Volnei Rijo Braga