Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NASCENTE

Serenamente
ela entrou na sala
e tudo clareou

Eu, que lia livros de sombras,
descobri naqueles olhos
o brilho do sol

O tempo se abriu
parou de chover
o cinza da tarde se dissipou

Palavras surgiram,
jaziam escondidas
no fundo da alma

Um nome é a palavra
mais sonora da vida

Bela sonata
lindo soneto
muitos sonhos:
ela chegou

Há quem não ame
há quem não queira
há quem tenha medo

Há quem se feche
há quem se cale
há quem nunca tenha querido

Mas ela chegou
e entrou
luminosa

e a vida não terá sentido
se eu não lhe disser:
bom dia!
Francisco C
Enviado por Francisco C em 01/09/2006
Reeditado em 20/11/2006
Código do texto: T230156

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.franciscocampos.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco C
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
363 textos (25669 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:06)
Francisco C