Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não o contrário

Vai, dá a ordem para eu me embriagar
Vai, dá a ordem para eu me acalmar
Vai, fique calada, sua boca está ocupada
Ei, você trocou de batom?...

Vai, deixa meus dedos envolverem-se nos teus
Vai, deixa-me conduzir tua mão no meu corpo
Mais, deixa teu corpo responder as perguntas
Que tua alma faz, e sempre se assusta!

Ei, quando foi mesmo que deixei de te amar?
Não, não tente lembrar, pois, inexistiu
Este momento que desprotegida por mim
Cessasse o calor, te ataca-se o frio...

Vai, dá ordem pra eu me afogar
Vai, dá ordem às tuas águas
Por favor, Fique comigo, não vá embora
Deixemos as despedidas para outra hora.

Você, senhora do meu curto destino
Quero-o curto se isto medir a barra de teu vestido!...
Quero-te jovem, como sempre está
Quero-te atacada pelas chuvas da idade, como eu até lá.

Vai, dá a ordem para eu não fugir
Preciso do teu abraço, preciso, Anjo, de ti
De repetir quantas vezes for necessário
Que te amo, não o contrário...
Andrié Silva
Enviado por Andrié Silva em 02/09/2006
Código do texto: T231123

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrié Keller ( baadermeinhofblues@hotmail.com ) Brasil - http://www.recantodasletras.com.br/autores/andrie). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 27 anos
912 textos (98496 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 09:59)
Andrié Silva