Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A loucura + ou - que não sei definir.





Flutua nos acordes
Da vida marinha,
Perdida na iluminação,
Cantadas todas as noites
Por um louco amor,
Onde o peito independente
Forma poesias dedicadas...
Delas sente o calor
De a emoção pluralizar
Todos os cantos improváveis
De recantos perdidos
Na solidão da praia, eu vagabundo.
Instantes insólitos
Revés da sedução
Morte de raio,
Solto para o gloria
Recobra torpedos
Na imensidão do espaço lunar,
Assim os olhos choram
E trás perto o distante
Sonho intrépido
Temperado de amor,
Em busca da cura
Provo o peito certo
Na incumbência de ser livre
Nas noites de liberdade
Conquistada em plena alvorada
Que a poesia o levou a divagar
A noite toda acordada
Para encontrar o amor.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 03/09/2006
Código do texto: T231786
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26304 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:35)
Condor Azul