Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desbravador

 
Subi serra desci mato,
Me arvorei desbravador.
Olha só o  que  me resta,
Muitas mágoas e tanta dor.

Embrenhei-me nesse caso,
Até de  dor não agüentar.
Vinha pedra comia pedra,
Vinha água fazia um mar.

Hoje  sou desbravador,
Que tem o que contar.
A vida me deu história,
Mas não alguém para amar.
                                 
Sigo firme a desbravar,
O  que a vida tem pra me dar.
Sei que ali mais lá na frente,
Uma pedra vou encontrar.

Movo a pedra encontro ouro,
Que serve pra tudo  comprar.
O que meu corpo bem precisa,
Mas pra alma não vai comprar.

Amor,  carinho,  atenção!...
Isso jamais se vai  comprar.
Denise Figueiredo
Enviado por Denise Figueiredo em 04/09/2006
Reeditado em 04/09/2006
Código do texto: T232558

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite e o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Figueiredo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
313 textos (14442 leituras)
16 áudios (2928 audições)
5 e-livros (193 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:45)
Denise Figueiredo