Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Abriram a porta

No ocaso calo a ânsia
do embalo do meu querer

Ao amanhacer te sinto frio
e penso tornar-me um dia...
uma alpinista,
para escalar as falésias do teu ser.


tento entender tua apatia...
e porque em teu olhar não vejo o azul brilhar

Será que  ocultas alguma dor?
ou ainda teu coração não abriu a porta do amor?
Se continuar cerrada, não sentirás prazer!...


Mas  se deixares, eu a abro
e entro com o acalento do meu bem querer...
e então, embalado, terás; prazer,  alegria e esplendor!..
   
menina mulher
Enviado por menina mulher em 04/09/2006
Código do texto: T232696
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
menina mulher
Gramado - Rio Grande do Sul - Brasil, 76 anos
24 textos (1294 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:46)
menina mulher