Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Não sou Poeta!

Falei de como conseguir a eternidade
Que a gente conquista aos poucos
Com passos curtos e a cada passo
Se concretiza juntando todos
Que refletem a pureza da amizade

O que faço é apenas traduzir em versos
O que o coração manda e a alma comanda
Eles passam o controle para as mãos
As quais transforma-os em armas

Os poetas viram eternos mágicos
O Pai Celestial passa o dom do poetar
E eles seguem todos os mandamentos da magia
Transformando tudo em primazia

Eles fazem a inocência virar essência
Eles conseguem voar...
Dando oportunidade ao cérebro detectar
A tenra liberdade do versar

Falei que a dor é irmã do amor
Pois saíram de um mesmo ovo
As lutas travadas pelo amor são determinantes
As dores das surpresas e castigos são constantes

Apesar de está bem crescido
Ainda não me considero um poeta
Não me enquadro em nenhum verso
Ainda não estou nesse patamar
Apenas sei expressar o que é amar

Zedio Alvarez
Enviado por Zedio Alvarez em 06/09/2006
Reeditado em 20/10/2008
Código do texto: T233777
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zedio Alvarez
Petrolina - Pernambuco - Brasil, 59 anos
3324 textos (117332 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:38)
Zedio Alvarez