Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dei a mão


Lua cheia, companheira dos amantes
E que tudo do alto
Pode ver,
Deixe-me navegar em você

Permitindo-me reencontrar a minha amada
A fiz de guia
Agora tropeço nos passos
Diante da escuridão

Hoje, tateio
Em busca do caminho
Que me leve
Ao seu coração

Mas, sei quando o amor é verdadeiro
Não necessita de bússolas,
Quanto mais de placas
De sinalização

Por mais obscuro
Que sejam os caminhos,
Sempre se chega
Ao coração

O instinto destrói os obstáculos,
Cria farol imaginário.
Navega-se sem sextante
Sem constelação

Agora entendo Lua
Porque não
Estender-me
A mão

Robert Jorge
Enviado por Robert Jorge em 08/09/2006
Código do texto: T235869
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Robert Jorge
São Paulo - São Paulo - Brasil
120 textos (3920 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:08)