Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 

  VERSOS DE ARMIA III

Pra você
vestido de cedro e de açucena,
que guardava-se em árvores,
e deixava-se em floradas...
que bebia na concha das mãos
da água pura dos  sonhos cravejados
de pirilampo e arlequim...
pra voce,
que me olhava  assim
naquele imenso jardim,
e hoje, do outro lado do tempo,
rodopia teus cataventos...
ainda brinca de uivar
como os lobos e os ventos,
nunca tiraste o sol de teus hinos.
Aquelas tranças ficaram guardadas,
ainda tocam as fitas às cordas,
teus violinos...

www.lilianreinhardt.prosaeverso.net
www.cordasensivel.blogspot.com
(D.A.reservados)
Lilian Reinhardt
Enviado por Lilian Reinhardt em 09/09/2006
Reeditado em 19/04/2008
Código do texto: T236506

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lilian Reinhardt
Curitiba - Paraná - Brasil
1293 textos (152893 leituras)
52 áudios (8664 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:28)
Lilian Reinhardt

Site do Escritor