Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia romântica

Se dizes me amar, sabes que me tens
e tens em cada sílaba que se assanha diante da visão...
Nas formas livres com que os teus versos se me acumulam;
sentimentos tu fecundas cândidos, quentes, emocionais,
tão perfeitos e cativos quanto a certeza de eu te encontrar...

Se dizes me amar, sabes que acredito muito
e entrego-te minha confiança em forma de afeição...
Bem sabes que te interpreto sempre os versos cálidos,
transformando-os em verdades que a mim fortes importam,
teus dons a mim dedicados, letras vivas parecem me tocar...

Se dizes me amar, sabes que vivo para ouvir-te
e os meus iguais dias com as tuas palavras fazem-se adventos...
Se te encontro, o sorriso toma-me o semblante de alegria,
tanto bem que me fazes, me incendeias e me enches de paz,
presença que já me é como o sempre, embrenhado do tudo...

Se dizes me amar, preenches esta existência sem direção
e me curas de tudo que me convalesce o espírito inquietante...
Apareces pontualmente como quem me pode defender da solidão
e atendes aos rigorosos apelos do coração perenemente sonhador...
Amo-te também, pela oferta de romance, poesia, atenção
e me inundas de vontade e energia pra tudo no amor recomeçar...
 







Nalva
Enviado por Nalva em 09/09/2006
Reeditado em 09/09/2006
Código do texto: T236512

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nalva
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 49 anos
102 textos (15400 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:46)
Nalva