Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O poeta nunca esta só.




Um dia na porta do sol
fui convocado para entrar,
chegando encontrei um rei,
o rei sol.
Então friamente ele disse-me.
-Já é chegada a hora de sua mudança.
Não havia entendido,
porem paciente,
sem saber se eu o permitia ou não
intrometer-se em minha vida,
corou as minhas faces com o seu olhar
e soprou uma brisa suave e gostosa.
Lembrei da vida...
Segui a corrente de ar
e fui parar na porta da lua.
Muito bem recebido,
a lua fitou-me e também disse.
-Sempre quis você ao meu lado, literalmente.
Meu pai, o rei sol, mandou lhe buscar,
para que o seu coração de poeta
brilhe nas noites de fantasias
e junto das estrelas,
escrever na imensidão
tudo de iluminado
que o amor dá ao poeta,
na sua conturbada
solidão.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 10/09/2006
Reeditado em 16/09/2006
Código do texto: T237178
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
721 textos (26287 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:56)
Condor Azul