Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRECE DE AMOR

Ah meu amor!
Suave é o néctar que me envolve.
Não é camada espessa de pele,
é garça de Deus
que te faz contempla-LO em mim.
Não é beleza carnal.
É ternura divinal
que te faz minha.
Não como apego banal,
mas como esse desejo eterno
de desposar-te em glória.

Vem com teus encantos,
seduz-me com tua ternura,
brandura suave de alma enamorada.
Incomodada,
incompleta,
discreta,
mas cheia de vontade de ter-me em teus braços.
De ter-me na extensão eterna do amor.
Esse amor inesgotável,
refúgio de paz.
Almeja-lo,
é o que mais fascina-te em mim.

Assim arde o teu coração.
Não, não é paixão.
É o mais puro fogo
que possa existir.
É o ágape-perfeição,
doação completa
de quem sabe amar, amando...
Saciar-se, saciando...
Ele é o já e ainda não.

Ó loucura ardente!
Ó ternura evolvente!
Que desponte o eterno!
Que venha o céu!
Para que a morte jamais impeça,
mas apresse, esse prece de amor
que de ti chega até mim.
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 12/09/2006
Código do texto: T238315
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Frei Fernando Maria
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 57 anos
992 textos (215196 leituras)
87 áudios (18784 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:57)
Frei Fernando Maria

Site do Escritor