Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando Me Amei


Quando me Amei

Um dia resolvi me amar,
cortar todas as amarras
e partir só
qual pássaro que abandona o ninho.

E fui, sem olhar para trás,
ouvindo só o meu coração
que me dizia
Ama-te, esquece tudo o que te faz sofrer.
Não há nada nem ninguém
que possa lhe dar esse amor
de poeta, amor imaginado
dentro de mim.
E ouvi esa canção
e mais célere ainda voei.

Não queria voltar.
Para que?
Se quem eu queria
não me podia amar!

Passaram-se luas e sóis.
Eu, esperando o amor
que não vinha.
E chegando a um lago
vi alguém
Era a sombra de mim mesma
de tudo o que tinha sido
e queria ser.

E parti de novo,
para a canção da volta.
Sem tristezas nem queixumes,
eu me amaria,
eu me satisfaria com todas as emoções,
não vividas e queridas.
E compreendi
que amando, se é feliz,
pois, quando se ama de verdade
nada nos falta: Há calor,
há carinho nesse coração
que esteve triste tanto tempo,
mas aprendeu a lição do tempo:
Ama-te e serás feliz
acompanhada ou não!

Eda Carneiro da Rocha
"Poeta Amor"
www.albumpoeticoeda.com.br
Poeta Amor
Enviado por Poeta Amor em 12/09/2006
Código do texto: T238678

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Amor
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 81 anos
398 textos (14771 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:46)
Poeta Amor