Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Versatilidade poética

Sou um Poeta versátil
Para mim não tem tempo ruim
O ruim é a falta do pelejar
É falta do amar, do imaginar...
Por isso me sobra o versar

Falo, mesmo sendo ruim, da ingratidão.
Quando falo de guerra
Não falo das guerras...
Que matam com balas de canhão

Quando falo delas, me refiro a solidão
De quem só tem o horizonte da desunião
Dos oprimidos que tem um grande coração
Da força interior que me traz a imaginação.

Falo das guerras preconceituais...
Mas ela, a paz, sempre virar à tona
Será preciso enfrentar o exército dos irracionais
Teremos que gastar todos os nossos arsenais

Já falei e falo do amor por que não?
Só porque sofri uma decepção...
Meu banco de dados está aberto
Esperando-me para executar meu verso.

Zedio Alvarez
Enviado por Zedio Alvarez em 13/09/2006
Reeditado em 20/10/2008
Código do texto: T238943
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zedio Alvarez
Petrolina - Pernambuco - Brasil, 59 anos
3324 textos (117350 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:34)
Zedio Alvarez