Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESERTOS DA VIDA

Saltitam minhas emoções,
as ilusões que escravizavam
já não existem, o que
agora persiste é alegria de viver.
Não importa as condições,
pode até ser como as
folhas murchas que subsistem
durante o inverno.

Já não faço questão
de ocupar sozinho ,
todos os espaços vazios
de minha cama.

Se tenho saudade
de presenciar o pôr-do-sol ou
um amanhecer, nada me detém.

Encontrando pelo céu
uma estrela solitária,
simplesmente adoto-a
para que nunca mais me deixe.

O perfume das flores
que forçavam lembranças
angustiantes, deixaram de
influenciar, quando gosto
tomo uma delas entornando
seu aroma  em meu corpo.

A música que presentiavam
passados tristonhos,
hoje bailo com suas melodias
por um imenso salão.

Finalmente me encontrei,
depois de estar perdido
 há muito tempo
nos desertos da vida.

Wil
Enviado por Wil em 13/09/2006
Código do texto: T239228
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84527 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:23)
Wil