Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0808 - Se me queres




Se me queres, me ama,
não como simples amante,
sei que peço demais,
cuide de tudo pra depois.


Se me queres, fique,
preciso da tua noite,
uma vez ao menos,
um  carinho a mais.


Se me queres, abraça-me,
mesmo quando o dia acaba
e na noite ficamos sós,
um em cada ponta da saudade.


Se me queres, diz-me do amor,
da vida antes, não o depois,
cuidarei da tua felicidade,
até quando o sol baixar atrás da vida.

 
Se me queres, vem,
deixa teus desejos explícitos,
não sei dizer, sei mostrar,
cuidarei para que sintas na carne.


Se me queres, não me abandones,
separe o não, do sim,
o saber, do querer,
o silêncio, da despedida.


Se me queres, permita mudar,
mostre-me como, vem,
troque teu tom, tua roupa,
deixa o amor, se meu, não mexa.


Se me queres, siga-me,
tenho o caminho traçado,
a loucura do prazer,
um sol pra noite fria e uma lua pro calor.


Se me queres, me ame como amo,
fale-me do teu amor meu,
falo-te do meu amor teu,
se te quero, é para sempre.


13/09/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 13/09/2006
Código do texto: T239531
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:38)
Caio Lucas