Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0812 - Quando voltar ao céu



 

Quando voltar ao céu, de onde vim,

levarei meus escritos,

uma pasta cheia de carinhos,

no corpo, levo a paixão, no coração amor que tenho.

 

 

As dores, as decepções, espalharei pelas estrelas,

a raiva queimo em um meteoro de passagem,

deixarei marcas na trilha com as cores dos meus olhos,

dos amantes, levo o perfume da noite.

 

 

Quando passar pela lua, deixo um bilhete pra minha amada,

se meu caminho for pelo sol, mostro a paixão,

tão quente, tão vermelha que o ofuscará,

e sigo, vou até onde meu sonho alcançar.

 

 

Poeta é assim, sabe viver, sabe morrer, sabe amar,

ora pensa ser deus, vive como menino,

ora chora uma despedida, apenas escreve,

ora nada, deita, chama a lua e falam de amor.

 

 

É, isso quando voltar ao céu de onde vim,

levarei somente minha alma,

na lembrança o amor da filha, da amada

e a crença no deus que minha mãe me fez acreditar.

 

 

15/09/2006

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 15/09/2006
Código do texto: T240938
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116248 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:50)
Caio Lucas