Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Muito, Muito Demais

Quando a gente tá namorando,
vem pelo carro cantando
a música que a gente fez.
Os raios de sol vão brilhando
com muito mais intensidade.
Pensamos até que a verdade
mudou de cor ou talvez
passe a dizer muito mais
do que se ouve por trás
daquilo que os homens não dizem.

O dia tem novos matizes.
Se ele tá claro, alegre
vão os nossos pensamentos.
Se ele tá escuro, sem febre
sem custo, sem dor, sem o que os alquebre
morrem os nossos tormentos,
que achamos que nunca existiram.
E tão alegres nós vamos
que todos os nossos sentidos
vão pra capota do carro,
prontos pra nos ejetar
no meio da amplidão.

Quando a gente tá namorando,
surge no meio da festa
o anfitrião que detesta
que a gente não fique dançando.
É o coração que até quando
o fim da festa não chega,
ele nos serve cerveja
ou o vinho mais caro que existe,
e não sossega ou desiste
de não devolver nossa paz
pois sabe que a gente quer mais
que isso não tenha mais fim.
Quando a gente tá namorando
nada demais é ruim.


Rio, 17/07/2006
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 16/09/2006
Código do texto: T241352

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144461 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:00)