Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjo

Teus cabelos caem soltos e lisos,
loiros,
alguns poucos sobre o viso,
mas jamais cobrem o sorriso,
lindo,
simétrico e preciso,
que me deixa louco.
Eu, tolo,
por teu olhar fui inciso,
e ora morro aos poucos,
de amor,
sem sentir a dor,
da morte iminente,
demente,
amo-te dama ausente,
no vazio da minha cama,
se faz presente,
e se minh’alma se engana e trama,
que assim seja.
Anjo me beija!
Se for pra sofrer,
por amor posso até morrer,
mas te venero,
e quero sincero
poder te amar novamente.
Ullisses Salles
Enviado por Ullisses Salles em 16/09/2006
Reeditado em 27/10/2010
Código do texto: T241366

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ullisses Salles). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ullisses Salles
Suíça, 40 anos
219 textos (69816 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:04)
Ullisses Salles