Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOLÚPIA E AFEIÇÃO

Rasgadas as vestes , tu
Sobre a cama jogada
Esperas aquele
Que há de
Desfraldar tua bandeira

Teu corpo tem sede
De amor bem gozado
Lapidado nas tuas entranhas
Queres o mito selvagem
Que penetra e arranca
Fluidos e gemidos
Da tua carne exposta

Anseias uma penetração
Vigorosa e profunda
Que te faças ver a lua
Desenhada nos olhos
Daquele que te possui
O gozo perpetua-se em ti

Mas segure em tuas mãos
O amor, que mesmo desnudo
É mais estável que a paixão
A tua carne treme
Ante a volúpia,
Entretanto, tua alma pede
Um pouco mais de afeição

Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 17/09/2006
Código do texto: T242503

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916769 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 17:08)
Denise Severgnini