Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ela Nunca Mais Chegou

Rosto lindo de criança,
Numa tarde a encontrei.
Foi surgindo uma esperança,
E eu a ela me entreguei.

Quase morro de alegria
Quando aquele olhar me viu.
Eu achei que era meu dia,
Que o destino me sorriu.

Minha vida era a vontade
Incontida de amar,
Porém nunca fiz alarde,
Pois podia assustar.

Se era mais um erro meu,
Vai deixar de ser assim.
É que alguém apareceu
E eu jurei que era pra mim.

Era bom demais,
Eu era feliz.
Finalmente alguém me traz
Tudo o que eu sempre quis.

Logo no primeiro encontro
Foi que eu me desiludi.
Eu marquei, cheguei em ponto,
Procurei, mas ninguém vi.

Foi ruim a ansiedade,
Ela nunca mais chegou.
E o pior é a realidade...
Esperando ainda estou.


Rio, 29/05/1968
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 18/09/2006
Código do texto: T242907

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144463 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:44)