Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Retira esse adeus

Se em teu caminho ainda te deparas com esse sonho
e nele me desenhas e me confundes com a tua felicidade,
retira esse adeus...

Se ainda me vês no fascínio do teu amanhecer
e prenhe de paixão deseja-me a incontrolável presença,
retira esse adeus...

Se hoje te sentes frágil diante das dúvidas que te acometem
e nesse paradoxo te incendeia o ciúme da insegurança,
retira esse adeus...

Se achas que extirpei o teu nome da minha proposta de amar
e me esqueci de dedicar-te o último dos meus poemas,
retira esse adeus...

Se em tua vida achas que há tempo e lugar para mim
e falta-te a força para tudo isso com o vigor da certeza,
retira esse adeus...

Não faças do adeus as tuas mais céleres soluções
sob pena de sucumbires sem ter atendido aos apelos da luta;
acreditar também é um grande ato de bravura!

Não sofras antes de saber que tua  felicidade depende de ti
nem acorrentes a quem amas com a falta de atenção,
sentimento exige carinho a todo o momento!

Por isso, não digas adeus assim, principalmente a mim,
antes pelo modo com que me viste um dia, o que ainda sou;
depois porque adeus é expressão de partida
não devendo nunca preceder a própria chegada!
Nalva
Enviado por Nalva em 18/09/2006
Reeditado em 18/09/2006
Código do texto: T243160

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nalva
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 49 anos
102 textos (15404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:01)
Nalva