Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Enigma

Estranha percepção
que em mim traduz de ti
o desígnio da rosa,
a noção que te avalia
no que é indefinível,
clarividência tátil
no ângulo cego da vida
lendo braile em tua pele.

Eu percebo teu enigma
quando o tempo de outras eras
vem mirar-me num olhar.
Sensação de eternidade,
revelada alma nua
quando os corpos se descobrem.

Essa força indefensável,
lei transcrita e ilegível,
que nos une e nos separa
sem registros na memória:
Somos nós vivendo em outros
Ou, talvez, outros em nós?

Mesmo a verdade velada
transparece o sortilégio
desse código dos deuses
e no oráculo dos olhos
as névoas se dissipam,
os séculos se acercam
em símbolos de luz:
O que nos leva à cruz
também nos conduz ao céu...

Não quero equacionar em verso
o inverso do que nos enumerou.
A mim me basta a comunhão da carne
nesse gozo iluminado
quando as almas se percebem
e as bocas se procuram
e os olhos choram pérolas
e a vida desfalece no limiar da eternidade.

Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 19/09/2006
Reeditado em 05/12/2006
Código do texto: T244154

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83375 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:49)
Vaine Darde