Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM AMOR


Sigo por aquela mesma estrada
Em que nos despedimos um dia
Caminho em direção ao nada
Pois não sei para onde você ia

Sigo sempre só e tão resignada
Com a minha vida muito vazia
Ela foi-me cruel e mui malvada
E carregou você, minha alegria

Sigo por este imenso deserto
Que não sei bem onde me leva
Pois eu perdi o caminho certo

Na vida, o que nos mais eleva
É a certeza daquilo que é incerto
Mas a vida, esta não nos releva



Este foi o primeiro soneto escrito por mim, em 1974.
Tinha 15 anos.Encontrei o original amarelado dentro de um livro.
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 19/09/2006
Reeditado em 19/09/2006
Código do texto: T244499

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916684 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:52)
Denise Severgnini