Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras

As palavras me percorrem, infinitas
E em vão tentam me traduzir
As palavras... elas inundam minh’alma
Somente para ler e conhecer meu sentir

As palavras de beijo, de carinho e ausência
Tão cotidianas na vida que sempre tive
As palavras que se dedicam aos arquitetos das flores
Que vivem em mim mais do que a mim me vive

Ah, tristeza... que na terra algo não me existe
De um rio confuso que nem sabe onde morrer
Ah, estrelas... me perdoem esse canto!
É que é imenso o nada que me vive a preencher!
dhália
Enviado por dhália em 20/09/2006
Código do texto: T245077
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:31)
dhália