Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu segredo!

Te confesso secamente meu segredo
Este que tanto guardo aqui comigo
Para todos em tanto negado
Por todos e tantos conhecido!

Confesso meu segredo ao inanimado
Que não há de trair-me repousando no céu!
E guardará meu segredo, não o segredará
A outro astro que se nomeie do amor véu!

Confesso-o já agora, o segredo
Porque se me leva a morte amiga
Se saiba enfim meu destino
Que ao menos outrora achei-me guarida!

E que passe estranho o tempo
E não mais se tenha amor
De julgarem todos corações curados
De viver em vida em tal dissabor!

Nem conheço meu segredo
De mim e de todos tão escondido
É que só por amar-te o escondo
E ainda ao revela-lo o trago comigo!

Só por amar-te escondo que te amo
Nada parece ter tanto sentido
Nada parece ser tão sem sentido
De esquivar-me assim de amor que tanto chamo!

Relato em vida o viver do não amor
Relato em vida a vida de febril sorte
Que meu segredo bate em meu coração
Que antes de mais sofrer me leve a morte

Meu segredo em segredo eu não o recuso
Meu segredo é em segredo como açoite
Que inda sofro e a tantos nego
Que penso nele toda a noite!

dhália
Enviado por dhália em 21/09/2006
Código do texto: T245988
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:43)
dhália