Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESCONHECIDOS

Por que não sabes meu nome
se caminho ao teu lado todos os dias?
Por que não pedes o livro
que teimosamente trago à mão?
Não queres entender o futuro,
o que nos espera além da esquina?
Não tens palavras para mim
ou para os seus mais queridos inimigos?

Não sei quantas vezes terei de morrer
diante de ti.
Não sei quantos versos terei de compor
para te iludir
e te trazer de volta pra casa,
sob o calor de minha asa,
eu, que nem bem sei voar.

Até quando insistiremos em não nos encontrar,
em não querermos nos desvendar?
Quem és tu e quem sou eu
nos caminhos enfumaçados dessa cidade?

Teu corpo dói de cansaço e medo.
Olho no relógio: é sempre cedo!
Mas em algum lugar do espírito,
deitado está o desejo
de te compreender.
Francisco C
Enviado por Francisco C em 22/09/2006
Código do texto: T246732

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.franciscocampos.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco C
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
363 textos (25681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:52)
Francisco C