Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENITÊNCIA




mesmo que eu esteja encarcerado
no presídio de meus tormentos,

hei de enxergar a paixão,
ainda que esteja cego.

terei a coragem necessária
para alcançar a liberdade,

ainda que as grades me separem
do sereno vôo dos pássaros.

Mário Annuza
Enviado por Mário Annuza em 23/09/2006
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T247239
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mário Annuza
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 39 anos
62 textos (3813 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:32)
Mário Annuza