Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E SE...

 
 
E se não existisse esse sentimento
que consistente nega-se em calar,
mesmo contrito?
Não em grito... Silente!...
E se ele de mim partisse,
seria eu gente?
 
Sou assim, como uma divisória
entre o real e o imaginário.
Tal qual uma pequena história,
mesmo que inacabada
mas ainda no cenário do tempo.
 
À espera... Num palco vazio...
A ensaiar, sem personagens
uma cena inexistente,
incoerente...
 
E se não vem o advento?
Se a esperança mudar seu rumo,
ficando eu sem prumo?
 
Afinal, seria eu gente,
se o amor que guardo no peito,
comigo não mais satisfeito
e cansado de amar sozinho,
fugisse em busca de outro ninho?
 
E se partindo,
não mais abrigando meus sonhos,
teria sentido a vida?
 
E se, não mais o tendo
eu acordasse para a realidade
sobreviveria à dor da saudade?...
 
 
16/08/2006

Anna Peralva
Enviado por Anna Peralva em 23/09/2006
Reeditado em 17/07/2011
Código do texto: T247659
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Peralva
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
1582 textos (60703 leituras)
3 e-livros (572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:46)
Anna Peralva